Pimenta nos olhos dos outros...

Nesta ultima semana, infelizmente, o que mais rola em nossa cidade pelos celulares da "moçada" é a questão de um vídeo, aonde um casal resolve compartilhar seu ato sexual com mais uma pessoa num quarto de motel. Eu sinceramente não tenho bons olhos para isto. Não sou de acordo com o que fizeram. No entanto, o que parei para pensar é como alguns são hipócritas. A hipocrisia toma conta de alguns, de maneira infeliz, à ponto até mesmo de lhes cegar o juízo perfeito e racional.


Vamos e convenhamos, essa não é a primeira vez que videos assim caem na "boca do povo", escandalizando uma pequena sociedade de "moral e bons costumes", como é o caso de Barreiros.

Não acho que o casal que buscou ter satisfação sexual à maneira deles, estejam errados. Nem estou aqui apontando-lhes o dedo ou defendendo-os. Muito pelo contrário. Eles fizeram o que era-lhe bom aos seus olhos. Ainda que tenha alguns que não concordem. Eu não vejo como uma pratica normal, tal atitude deles, mas também não os condeno, conforme estão fazendo de maneira até ridícula e dissimulada. Gente, a vida deles, sexualmente ou não é a vida deles. Ao invés de caírem em cima do casal, bom é que se procurem quem espalhou isso. Até porque, é um crime, tratar da vida íntima de outrem, seja por celulares, seja em redes sociais, ou aonde quer que seja. E quem inicialmente espalhou tal coisa, deve ser punido com o rigor da lei.

Ha algum tempo atrás uma mulher para flagrar o marido em traição, filmou o "namoro" entre seu esposo e a empregada. Depois disto, por motivo de vingança, igual a novela que terminou à pouco, Avenida Brasil, as fotos foram repassadas de mão em mão, causando um transtorno sem conta para todas as partes envolvidas.

Um outro casal, por um erro de deixar (supostamente) uma gravação de seus momentos picantes, no computador, teve seu material "hakeado", depois fizeram um vídeo e o espalharam pelas ruas de Barreiros, segundo me informaram, eu não estava nesta época por aqui, até comercializaram, pirateado.

E agora, este casal que "supostamente" perdeu seu celular, com cenas de sexo, hoje, tem, para tristeza da família como um todo, suas imagens em videos e fotos espalhadas de mãos em mãos.

Mas o que se pode tirar como lição disso tudo acima mostrado?

Simples. Nunca devemos apontar o dedo para a vida de ninguém. Nunca sabemos o que se passa com os nossos familiares. E se não queremos que nos julguem, melhor ainda é não julgar outrem. Afinal, nunca sabemos o dia de amanhã.

Afinal de contas, e se estas fotos e vídeos fossem um parente seu? Um primo, uma irmã, uma filha? Você gostaria das colocações e provocações, tal qual estão fazendo nos quatro cantos de Barreiros?

Para finalizar esta postagem de hoje faço menção à uma pequena passagem bíblica

MATEUS CAP 7 VERS. 5

Hipócrita, tirai primeiro a trave que está no teu olho e só então cuidarás de tirar o argueiro no olho de teu irmão.